Sejam todos bem-vindos ao Conhecimento Provisório!


 
InícioInício  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

  O SAL "Tema em lugar do Janson"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Carlos Ferreira

avatar

Zodíaco : Peixes Horóscopo chinês : Cachorro
Localização : Portugal

MensagemAssunto: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Seg Jun 06, 2011 2:26 am

O Confrade Janson não apresentou o seu tema da semana. Como recurso vou apresentar um tema para manter a Confraria em debate esta semana.

Durante milhares de anos o Sal foi um produto precioso para as gentes de todo o mundo. Não o Sal refinado que hoje todo o mundo usamas sim o sal não processado tal como se extrai da água do mar. A razão para essa importancia deve-se ao facto de ser notória a diferença na rapidez mental entre os povos que o consumiam e os que não faziam uso de sal.
Sendo um produto tão importante para os processos mentais não é muito compreensivel que hoje só se use sal refinado já totalmente depurado das caracteristicas vivificantes que lhe são inerentes. Assim...porque será que nos forçam a usar um produto que nos torna mais lentos mentalmente?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Henrique

avatar

Zodíaco : Touro Horóscopo chinês : Porco
Localização : Viamão - Rio Grande do Sul - Brasil
Humor : Agradecido sempre

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Seg Jun 06, 2011 7:41 pm

Carlos, esta abordagem é nova para mim, nem fazia idéia.

Você teria como complementar o texto ou enviar alguma referência na internet onde eu possa me aprofundar no assunto? Algo falando sobre este tipo de efeito positivo ou negativo, conforme o caso.

Não estou em condições de responder sua pergunta sem antes me inteirar mais.

Um abraço!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carlos Ferreira

avatar

Zodíaco : Peixes Horóscopo chinês : Cachorro
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Ter Jun 07, 2011 2:39 am

Trouxe o tema do Sal porque se trata do produto que isoladamente teve a maior influencia no desenvolvimento Humano. Aquilo que hoje, embora adulterado, se encontra com facilidade em qualquer supermercado foi durante milhares de anos o esteio das civilizações,tempero para a comida,moeda de troca e pagamento de Salarios. As tropas Romanas éram pagas em Sal todos os meses.Embora não fosse a única paga que recebiam o Sal éra no entanto da maior importancia para os legionários porque esse precioso produto éra muito dificil de adquirir. Por issoo seu soldo era pago na forma de um "Sallarium" que se pode traduzir por "Caixa de Sal".
Na região do médio oriente existe a cidade mais antiga do mundo continuamente habitada. Chama-se Jericó. A sua importancia há dez mil anos devia-se a ser um mercado de sal que era extraido do Mar Morto. As caravanas vinham abastecer-se nesse local de Sal, o qual era depois transportado para todo o mundo conhecido nessa época. Tudo isso, porque éra notória a diferença em capacidade mental dos povos que usavam Sal na alimentação, diferença essa que se manifestava no desenvolvimento das civilizações dessa época. Quem souber ler inglês poderá consultar o site que aqui deixo. http://www.sunfood.com/newsletter/110602/index.html?utm_source=sunfood&utm_medium=email&utm_campaign=110602
Muita luz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carlos Ferreira

avatar

Zodíaco : Peixes Horóscopo chinês : Cachorro
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Ter Jun 07, 2011 1:21 pm

Ao que parece o tema que propus está fora do conhecimento geral. Ainda bem porque essa circunstancia obriga os Confrades a pesquisar o tema. Para ajudar na medida do possível deixo aqui mais um site onde quem ler em Inglês poderá retirar informação muito útil. http://ezinearticles.com/?Salt-and-Your-Brain&id=3146443
Muita luz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carlos Ferreira

avatar

Zodíaco : Peixes Horóscopo chinês : Cachorro
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Ter Jun 07, 2011 1:27 pm

Já agora, para que se tornem mais aparentes as funções do sal no nosso organismo deixo-vos aqui mais um site. Tenho a certeza de que vão ficar muito admirados com a falta de informação acerca deste produto único. http://ezinearticles.com/?Salt-and-Your-Brain&id=3146443
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carlos Ferreira

avatar

Zodíaco : Peixes Horóscopo chinês : Cachorro
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Ter Jun 07, 2011 1:50 pm

Encontrei um site em Português mas não contem muita informação. De qualquer modo ajuda a compreender a minha pergunta no final da apresentação do tema. http://www.vivernatural.com.br/terapias/nutri_sal.htm
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carlos Ferreira

avatar

Zodíaco : Peixes Horóscopo chinês : Cachorro
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Ter Jun 07, 2011 5:12 pm

Compreendo que vos trouxe um tema dificil mas mesmo assim gostaria de ter algumas opiniões acerca deste pertinente assunto.
Muita luz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carlos Ferreira

avatar

Zodíaco : Peixes Horóscopo chinês : Cachorro
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Qui Jun 09, 2011 2:31 am

Amigos, hoje é Quinta Feira. Será que o tema é assim tão intratável ? Estou a ficar desiludido.
muita luz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mariazinha




MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Qui Jun 09, 2011 5:00 pm

Já ouviram falar nas Salinas de Rio Maior, que ficam a 30 Km do mar... Perguntarão como é possível elas existirem em Rio Maior que fica a cerca de 30 Km do mar.

Tudo tem uma explicação e esta até é bem simples e fácil de perceber.

Elas ficam na base da Serra dos Candeeiros que é essencialmente formada por material rochoso calcário. Logo, de fácil impermeabilização por parte da água das chuvas. Por isso, muitos rios em vez de correrem à superfície terrestre acabam por se infiltrarem e correr a nível subterrâneo.

Reza a história que há muitos milhões de anos existia mar nesta zona. Daí, a existência desta jazida de sal gema.

As salinas são, actualmente, abastecidas electricamente através da puxada das águas subterrâneas para um poço que existe no meio delas.

(Ainda se notam vestígios do processo manual que era utilizado há alguns anos atrás, e cujos restos se podem observar em 2 grandes paus inclinados junto ao tal poço).

Depois da água ser sugada através dessa actual mota-bomba, ela é distribuída através de canais por todos os 8 tanques ali existentes.(depois cada tanque é subdividido em outros de menores dimensões).

De seguida vem todo um processo que é demasiado conhecido: a água em contacto com o sol e o vento (e porque longe do mar o ambiente se torna mais seco e quente esta transformação é bastante rápida), dá origem à evaporação da água. Ao fim de 6 dias a água desapareceu e ficaram os cristais de sal.

São retirados manualmente, sendo utilizadas pás de ferro para os raspar do fundo os tanques e são colocados nas chamadas eiras, estrados de madeira que se podem ver ao longo dos tanques. Passadas 60 h ele é retirado em sacos ou em carrinhos de ferro e tem como destino o armazenamento na cooperativa. A partir deste local é distribuido pelo mercado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carlos Ferreira

avatar

Zodíaco : Peixes Horóscopo chinês : Cachorro
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Sex Jun 10, 2011 4:02 am

As palavras do nosso amigo Marcus, quando respondia ao tema "LEIS" levantam uma das pontas do véu que, até pela falta de resposta adequada ao tema "SAL",explica de onde vem a intenção de retirar do uso diário um produto essencial à saúde, particularmente à saúde mental. Se observarem bem vão concluir que se trata de uma situação em que a causa e o efeito estão presentes pela mão de quem manipula a sociedade. A falta de sal integral no mercado é a causa e o desarranjo mental que faz com que as pessoas não entendam que estão a ser manipuladas, é o efeito.
É com o intuito deliberado de nos tornar "mais lentos" nas sinapses cerebrais que nos fornecem um veneno embrulhado em publicidade enganosa. Releiam as palavras de Marcus Siviero uma segunda vez. Penso que à luz da questão desta semana elas ainda fazem mais sentido.

"A mente humana opera inegavelmente por comandos (vontades, por falta de expressão adequada), o intelecto (entendido intrinsecamente como o “Ser”) não costuma obedecer pratica, porém, o que imagina querer, fala-se aqui, da vontade própria, ocorre, entretanto, que o ser humano já compreende satisfatoriamente o mecanismo intelectual do qual desfruta, consegue assim, manipular sem muitas dificuldades seus comandos operacionais e, bem ao contrário do que parece, quanto maior for o contingente abrangido menor será o esforço em manobrá-lo, é contagioso, facilmente disseminável. A idéia é extremamente simples, lança-se um projeto, um produto, um serviço e, por mais “idiota” que este costuma ser, informa-se que, “era por isso que você esperava” divulga-se por custos compatíveis na mídia e imediatamente, se observa os fantásticos resultados positivos pretendidos. O segredo é induzir o alvo a que ele é quem anseia ser atingido, oferecem-lhe o que este sempre “buscou” ou “quis”, mas não sabia.

Sub-repticiamente, ocorre um efeito colateral indesejável no meio analisado sob o aspecto dos seus elos (o indivíduo), no conhecido “tecido social”. Os “elos” frágeis da sociedade, impossibilitados de adquirirem os bens propostos na mídia, também sofrem dos efeitos indutivos da propaganda quase sempre enganosa e, por falta de alcance financeiro, acumulam frustrações dia após dia. Criam o ambiente ideal para qualquer idéia que possa alterar este quadro de “fracassos” que, eventualmente, lhes informaram ser responsabilidade exclusivamente sua. Logo, a primeira condição para uma indução efetiva já vem plenamente satisfeita, o “ambiente” é, absolutamente propício.

Os meios de comunicação encarregam-se de difundir indefinidamente as qualidades e os prazeres proporcionados pelos bens que oferecem estabelecendo, desta forma, uma ponte de ligação constante e oportuna com o “alvo” objeto das propostas e os interessados na propagação destes materiais"

"A verdade é que a sociedade atual não manifesta vontade de solucionar as diferenças que promovem o crime, bem ao contrário, agravou-as. Sofisticou então, o senso de vingança, adequando para o “tamanho” de cada ato a medida do “castigo” e batizou a nova sistemática de “justiça” sentido absoluto de “justeza”, nem sempre as medidas se “ajustam”, porém, se trabalha para isso.

Uma sociedade sadia não gera um agente insano, por conseqüência ela permanece saudável indefinidamente, obviamente, na ocorrência de uma anomalia isolada, o conjunto social exerceria na sua plenitude o amparo compatível, inquestionavelmente corretivo, porém, nunca punitivo ao indivíduo estressado, o impulsionaria no “salto de barreira” abrigando-o pelo “outro lado”. A sensação de vingança não seria mais o objetivo do cidadão e a justiça acabaria esquecida por ser obsoleta, as “válvulas” sociais seriam cada vez mais raras e recuperadas com facilidade e “a culpa” não mais seria distribuída, simplesmente por ter sido abolida da trama social.

Pensamento utópico? De forma nenhuma..! Apenas a vontade, já pode promover tal tarefa, independentemente de tecnologia, filosofia “barata”, política, religião, somente a “vontade”, nada mais!"

Muita Luz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Sobre o sal   Sex Jun 10, 2011 10:16 am

Amigo Carlos, por que se "refina" o sal e consumimos uma substância que não raro nos causa pressão alta e apetece o paladar? Da mesma forma poderia perguntar porque se consome um açúcar branco que só tem valor calórico, mas que sob a forma de açúcar mascavo é nutricionalmente muito superior? Para piorar, o açúcar mascavo é mais caro do que o tal refinado, sob o argumento de que teriam que adaptar as linhas de produção de açúcar para produzir um produto MENOS PROCESSADO. ???????

Outro dia fui a uma loja de peixes, perguntei se havia sal para aquário. O vendedor, desinformado como poucos, falou para eu comprar um quilo de sal no supermercado e por na água, e o efeito seria igual. Pensei com meus botões: os pobres irmãozinhos menores do mar não merecem se entupir de iodo como nós na superfície infelizmente fomos adestrados a ser sorrindo sem entender. Queria pedir ao amigo da fauna aquática que tentasse criar corais com essa solução tabajareana (gambiarrenta). Se obter sucesso, poderia patentear esse manejo sobrenatural e ficar rico.

Amigo Carlos, na nossa sociedade atual, alimento foge ao conceito do termo. Alimento deveria servir para alimentar, nutrir, mas serve para fins diversos, como fuga (compulsão), controle (muitos dão conta de que o excesso de flúor que é adicionado à água causa mais mal do que bem à saúde), etc. O melhor sal que é produzido aqui é usado para alimentar gado e em aquários (os pobres peixes e corais nem querem saber de compulsão ou coisa do tipo, só querem algo quimicamente consistente a que eles sobrevivam).

Claro, devo citar que um dos motivos da clareza mental é o ormus existente no sal não processado. Conhecimento é ainda uma forma de dominação e poder. Em algum determinado momento, alguém com segundas intenções percebeu que refinando o sal, suas propriedades se perdiam. Daí a disseminar que refinando o sal ele tinha algo melhor (aparência, temperava os alimentos mais facilmente, já que um pó tem mais área de contato do que grãos). Aí isso foi passando de geração em geração. Veio a estório do bócio, e ponha-se iodo no sal. Hoje a maioria da população consome mais iodo do que precisa. Seria isso indevidamente? Não.

Pesquisando bem, verá a triste estória da maconha. A partir das sementes da maconha se produz um óleo com propriedades medicinais prodigiosas. Em determinado dia, um juiz nos Estados Unidos mandou proibir e pronto. Virou crime. As indústrias farmacêuticas deram pulos de alegria por essa coincidência. Veja que em casos eventuais se consegue autorização para uso médico da maconha. Ora, mas a maconha não é um entorpecente? Pesquisem sobre as propriedades medicinais do óleo de maconha e percebam como existe uma "mão invisível" praticando desmandos em todo canto. Isso só vai mudar no dia em que o bem comum for ideal de todos. Enquanto uns quiserem ter mais do que os outros, esses tiranossauros vão continuar soltos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Carlos Ferreira

avatar

Zodíaco : Peixes Horóscopo chinês : Cachorro
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Sex Jun 10, 2011 1:25 pm

Olá Robson. As suas observações sobre o açucar mascavo(aqui diz-se mascavado) estão exactamente no ponto. De facto, na linha de processamento, o açucar mascavo acontece um estágio antes do açucar refinado pelo que havendo menos trabalho e produtos químicos para o obter, o seu custo de produção só pode ser menor.

Já na sua análise sobre a Maconha ( aqui diz-se Cannabis) " Em determinado dia, um juiz nos Estados Unidos mandou proibir e pronto. Virou crime. As indústrias farmacêuticas deram pulos de alegria por essa coincidência."" o amigo engana-se ao escrever que se trata de COINCIDENCIA. Mas no geral a situação é exactamente como descreve. Os donos do mundo andam a manipular a sociedade humana para lhe diminuir a capacidade de analizar, criando dependencias que lhes facilitem o controle.

Muita luz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Sex Jun 10, 2011 2:35 pm

Eu sei que não foi coincidência, usei o termo de forma irônica, mas não ficou muito claro. Contam que na época dessa ordem do juiz, muita gente tinha maconha nos quintais para uso medicinal, ou seja, era uma farmácia caseira (ou um hospital, se preferir). Depois que foi proibida, abriu-se caminho para os laboratórios ganharam dinheiro com seu negócio de saúde (ou melhor, de doença). É muita coincidência, né?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Henrique

avatar

Zodíaco : Touro Horóscopo chinês : Porco
Localização : Viamão - Rio Grande do Sul - Brasil
Humor : Agradecido sempre

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Qui Jun 16, 2011 10:45 pm

Eu não concordo totalmente com vocês.

Ormus não existe somente no sal, mas muitas plantas também tem, ao menos é o que tenho lido. Na prática nunca levei sal nem plantas a um laborátório de ormus para confirmar, mas gostaria se conhecesse algum.

Qualquer sal em excesso provoca pressão alta, é a característica do sal em reter água.

Não acredito que o acréscimo do iodo ao sal ou do flúor à água tenha algum outro interesse que não a saúde. O que não quer dizer que não possa fazer mal.

Quanto à maconha eu considero muito acertado proibir o uso. Maconha ou cannabis, provoca dependência e considero lamentável o estado em que os dependentes chegam. Isto não é moralismo, também sou contra a liberdade do fumo e do álcool. Estas coisas em nada contribuem para o indivíduo ou para a sociedade. Elas apenas entopem os hospitais e gastam o dinheiro público.

Não nego que a cannabis tenha propriedades medicinais, porém os viciados não usam para isto, usam para se entorpecer. Podem dar a justificativa que for mas enquanto usarem serão apenas viciados. E qualquer vício é contrário à liberdade e à consciência.

O próprio sal virou vício, as pessoas já não sabem comer sem sal, não conhecem mais o gosto natural dos alimentos. A quantidade ideal diária de sal é de apenas 4 a 6 gramas. Mas daí temos embutidos, salgadinhos, temperos e vários outros alimentos que contém sal. Da mesma forma temos uma enormidade de alimentos com açúcar! É trágico. O resultado são as doenças de toda ordem, pelo excesso.

Mas isto é um reflexo da sociedade moderna, antigamente o tabaco não era vício entre os povos indígenas, assim como ainda hoje a coca não é. As velas das caravelas de Cabral eram feitas de cannabis, assim como também se pode fazer roupas e uma série de coisas com estas fibras. Porém a fome de dinheiro viu nisto tudo uma forma de enriquecimento. E estamos como estamos.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carlos Ferreira

avatar

Zodíaco : Peixes Horóscopo chinês : Cachorro
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Sex Jun 17, 2011 1:39 pm

"Qualquer sal em excesso provoca pressão alta, é a característica do sal em reter água."
Caro henrique, é verdade que quantidades elevadas de sal elevam a tensão arterial, mas também é verdade que o Sal Marinho não processado, em condições normais de uso, nunca provoca hipertensão, enquanto que o Sal de Mesa comum provoca hipertensão com facilidade, sendo de resto essa a razão para tanta hipertensão que hoje aflige toda a gente deste planeta. Sabia que num passado recente nem se falava dessa doença? A hipertensão, o cancro,as alergias, o reumático são doenças que sempre existiram mas a quantidade de doentes por mil pessoas éra muito baixa. Hoje metade das pessoas padece de uma ou outra dessas condições de saude. Porquê ? Porque usam sal de mesa. O problema do sal de mesa não está no que lhe adicionam mas sim no que lhe retiram
Muita luz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Henrique

avatar

Zodíaco : Touro Horóscopo chinês : Porco
Localização : Viamão - Rio Grande do Sul - Brasil
Humor : Agradecido sempre

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Sex Jun 17, 2011 11:19 pm

Carlos, entrei numa comunidade e perguntei se alguém sabia onde comprar o sal do deserto boliviano e ficaram rindo da minha cara. Sad

Parece que tem sal no Atacama também.

Será que estes sais são bons de ormus? Difícil saber.

Por falar nisto, você conhece algum laboratório no mundo que faça análise de amostras para descobrir as quantidades de elementos m-state? Gostaria muito de saber se tem algum.

Abraço!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Carlos Ferreira

avatar

Zodíaco : Peixes Horóscopo chinês : Cachorro
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Sal de Atacama   Sab Jun 18, 2011 2:49 am

Em principio qualquer sal não processado contém Ormus, Daí que seja perfeitamente aceitavel que o sal de Atacama também contenha. No que poderá haver diferenças será na composição desse Ormus pois pode haver maior preponderancia de alguns elementos e falta de outros como acontece com o sal do Mar Morto. Mas há um indicador importante que talvez possa verificar antes de comprar. A cor desse sal. Se tiver uma cor rosada deverá ter um conteudo geral de Ormus.
Quanto a laboratórios que façam análises quantitativas de Ormus existem nos Estados Unidos. Se lhe interessa saber onde terei de perguntar no Forum ORMUS ORMUS de Barry Carter. Alguns dos Confrades de lá falam de vez em quando nos ensaios que mandaram fazer para verificar as quantidades dos diferentes elementos de Ormus dos seus produtos. De certeza que me dizem os endereços que precisa.
Voltando ainda ao assunto do sal, quero dizer-lhe que o amigo só precisa de comprar sal não processado e isso encontra em fornecedores de sal para o gado. O inconveniente é que vem em sacos grandes mas por outro lado é bastante barato. Aqui um saco de vinte cinco quilos custa só quatro Euros.
Muta luz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulo Silva




MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Sex Out 07, 2011 10:13 am

Eu vi uma reportagem sobre o deserto do Atacama. E bem interessante, e lá tem sal mesmo e o sal é meio rosa e está em uma área vulcanica com diferença de temperatura critante. O sal fica lá jogado não tem valor. Pelas caracteristicas o sal deve ter alta concentraçao de ormus e sem nenhum tipo de poluição.
Muita paz e luz.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Henrique

avatar

Zodíaco : Touro Horóscopo chinês : Porco
Localização : Viamão - Rio Grande do Sul - Brasil
Humor : Agradecido sempre

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Sex Out 07, 2011 10:22 am

Boraaaa pro Atacama pegar sal grátissss eeeeeeebaa

Ops... tem que pagar a passagem No Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rafaeluroz

avatar

Localização : Sao Paulo (Brasil)

MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   Sex Out 07, 2011 8:24 pm

Amigos
Me parece que algum confrade falou que as areas vulcanicas tem quantidades consideraveis de Ormus. Se o sal do Atacama, ainda por cima é de area vulcanica, entao teriamos Ormus ao quadrado.
E já qua falamos de sal, ja faz muitos anos que na minha casa só usamos o sal marinho para condimentar a comida. E pelo que me consta nenhum de meos antepassados familiares tiveram problemas de saude graves.
Outro produto que tamebm usamos em casa é o vinagre de maça em vez do vinagre tradicional.
Rafael
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O SAL "Tema em lugar do Janson"   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O SAL "Tema em lugar do Janson"
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» (AMAN - 2004) Lugar Geométrico
» Tema: A regulamentação do trabalho doméstico
» Tema: "O vazio da atual cultura brasileira."
» Tema: Educação no Brasil ; pro Colégio Naval
» Quando Bento 16 vai dar lugar a Pedro Romano após completar 85 anos em 2012 ?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Sejam todos bem-vindos ao Conhecimento Provisório! :: Conhecimento Provisório :: Tema da semana-
Ir para: